Questões de Engenharia Ambiental

Lista completa de Questões de Engenharia Ambiental para resolução totalmente grátis. Selecione os assuntos no filtro de questões e comece a resolver exercícios.

Uma amostra de água coletada em um manancial apresenta as seguintes propriedades: pH 8,5; dureza equivalente de CaCO3 de 250 mg/L e salinidade de 0,3 ‰.

A água dessa amostra, com base nessas propriedades, é classificada como

  • A. básica – dura – doce.
  • B. básica – mole – salina.
  • C. básica – dura – salobra.
  • D. ácida – mole– salina.
  • E. ácida – muito dura – doce.

Em um mercado privado de petróleo refinado, as curvas de oferta e demanda (preço x quantidade diária de barris) para os produtos de refino de petróleo, que são respectivamente iguais ao custo marginal privado e ao benefício marginal privado, são dadas por:

Oferta: CMP = P = 10,0 + 0,08Q Demanda: BMP = P = 50,0 – 0,15Q

Onde: P é o preço por barril e Q é a quantidade em milhares de barris por dia.

Entretanto, no processo de refino de petróleo há uma contaminação da água (bem público), que é uma externalidade negativa para a sociedade. O custo marginal externo relacionado a esse fato é dado por: CME = 0,06Q

Assim, traçando um gráfico que relacione o custo marginal social e o benefício marginal social (nesse caso igual ao benefício marginal privado), o preço do barril, que conduz a um ótimo de dano para a sociedade (no sentido de Pareto), será de

  • A. 10,00
  • B. 16,56
  • C. 29,31
  • D. 42,28
  • E. 50,00

O fluxo de uma Estação de Tratamento está representado na figura a seguir.

 Esse fluxo é típico da tecnologia de

  • A. filtração lenta.
  • B. filtração direta.
  • C. microfiltração.
  • D. nanofiltração.
  • E. tratamento convencional.

No processo de coagulação, dependendo da quantidade de sulfato e da mistura, podem ocorrer a reestabilização, a desestabilização por adsorção, a desestabilização por varredura, ou uma desestabilização mista, por adsorção e varredura.

Observe o diagrama de coagulação para o sulfato de alumínio mostrado na figura a seguir.

Assinale a opção que indica a região em que somente ocorre a desestabilização por adsorção.

  • A. I.
  • B. II.
  • C. III.
  • D. IV.
  • E. V.

Uma indústria lança seus efluentes em um rio que, antes do ponto de lançamento de uma indústria, possuía uma vazão de 120.000 m3/dia e uma concentração do poluente X de 8 mg/L. A indústria contribui com uma vazão de 15.000 m3/dia e uma concentração bruta (antes de sua estação de tratamento) de 250 mg/L.

A eficiência da estação de tratamento da indústria, para que a concentração no rio imediatamente à jusante do lançamento esteja no limite de 10 mg/L, deve ser de

Obs.: considere válida a hipótese de mistura completa instantânea.

  • A. 82,8 %.
  • B. 85,3 %.
  • C. 89,6 %.
  • D. 90,2 %.
  • E. 93,5 %.

Para dimensionar uma fossa séptica, segundo a NBR 7229/93, para atender a uma população de 120 habitantes que tem uma contribuição per capta de esgotos de 70 L / (hab.dia), o projetista usou um período de detenção dos esgotos “T” de 0,58 dias, uma taxa total de acumulação de lodo “K” de 105 dias e uma contribuição de lodo fresco “Lf” de 0,3 L / (hab.dia).

Dessa forma, o volume da fossa séptica, em m3, é de

  • A. 8,026
  • B. 9,652
  • C. 10,724
  • D. 11,356
  • E. 12,432

Buscando dimensionar um decantador retangular convencional de uma estação de tratamento de água, o projetista realizou ensaios com cone de Inhoff com a água a ser tratada e obteve uma velocidade de sedimentação crítica (vs) igual a 0,01 m/s. Já foram pré-definidas a velocidade de escoamento (ve) igual a 0,04 m/s, a altura do decantador de 3 m e sua largura de 5 m.

Para obter a remoção de 100% das partículas presentes na amostra do ensaio com cone, o menor comprimento do decantador (em metros) deve ser

  • A. 6
  • B. 12
  • C. 18
  • D. 24
  • E. 30

Turbidez é a característica física da água obtida a partir da passagem de um feixe de luz por uma amostra de água. O gráfico a seguir mostra a média mensal da turbidez da água bruta afluente em uma estação de tratamento de água no sudeste do Brasil.

As afirmativas são, respectivamente,

  • A. V – V – F.
  • B. F– V – V.
  • C. V– F – F.
  • D. F – V – F.
  • E. F – F – V.

Análise de risco é a avaliação quantitativa e qualitativa do risco à saúde e à ecologia, provocado por um perigo ambiental. Os conceitos de risco, perigo e exposição, entre outros, estruturam essa área de estudo. Relacione os termos listados a seguir aos seus respectivos conceitos.

1. exposição

2. riscos involuntários

3. riscos voluntários

4. perigo

( ) refere-se à trajetória entre a fonte dos danos e a população ou o recurso natural afetado.

( ) são aqueles deliberadamente assumidos em nível individual, resultado de uma decisão consciente.

( ) são aqueles que não partem de uma determinação da própria vontade.

( ) é a fonte dos danos ou a externalidade negativa.

Assinale a opção que mostra a relação correta, de cima para baixo.

  • A. 4, 2, 3 e 1.
  • B. 4, 3, 2 e 1.
  • C. 1, 2, 3 e 4.
  • D. 1, 3, 2 e 4.
  • E. 1, 4, 2 e 3.

A contaminação da atmosfera pode ser causada por poluentes naturais e antropogênicos. Analise os exemplos de poluentes listados a seguir.

I – pólen.

II – gases da decomposição de animais.

III – clorofluorcarbonos.

São poluentes naturais:

  • A. o exemplo II, somente.
  • B. os exemplos I e II, somente.
  • C. os exemplos I e III, somente.
  • D. os exemplos II e III, somente.
  • E. os exemplos I, II e III.
Provas e Concursos

O Provas e Concursos é um banco de dados de questões de concursos públicos organizadas por matéria, assunto, ano, banca organizadora, etc

Parceiros

Caso deseje ser um parceiro entre em contato.

questoes de concurso

cupom de desconto

body feminino

pci concursos

bendito guia

{TITLE}

{CONTENT}

{TITLE}

{CONTENT}
Provas e Concursos
0%
Aguarde, enviando solicitação!

Aguarde, enviando solicitação...