Questões de Zootecnia

Lista completa de Questões de Zootecnia para resolução totalmente grátis. Selecione os assuntos no filtro de questões e comece a resolver exercícios.

Em relação à ovinocultura, assinale a alternativa INCORRETA.

  • A. Os ovinos possuem aptidão para produzir lã, carne e leite.
  • B. É incomum a ocorrência de partos duplos ou gemelares em ovelhas.
  • C. O leite de ovelha é muito utilizado para a produção de queijos.
  • D. O cruzamento entre raças ovinas pode favorecer o desempenho produtivo.

São ações fundamentais para melhoria da qualidade das rações destinados aos animais, EXCETO:

  • A. Observar as características do ingrediente, como odor e cor, no momento da descarga.
  • B. Realizar correta amostragem dos ingredientes para verificação de sua qualidade.
  • C. Armazenar corretamente os ingredientes.
  • D. Permitir a descarga na fábrica de ingredientes de baixa qualidade.

Em relação à escrituração zootécnica, assinale a alternativa INCORRETA.

  • A. O levantamento correto dos dados é fundamental.
  • B. Os objetivos devem ser bem estabelecidos.
  • C. A utilização de softwares para auxiliar na escrituração não é recomendada.
  • D. A análise e avaliação dos resultados devem ser constantes para auxiliar na tomada de decisões.

São manejos importantes para manutenção e melhoria das pastagens, EXCETO:

  • A. Escolher espécies forrageiras que melhor se adaptem ao solo e ao clima da região.
  • B. Eliminar dos pastos as ervas indesejáveis.
  • C. Corrigir a acidez do solo.
  • D. Evitar o pastejo em rotação.

Em relação à apanha e ao transporte de frangos de corte, é correto afirmar:

  • A. As aves devem ser apanhadas pelas pernas.
  • B. A apanha pelo dorso é a mais utilizada.
  • C. O número de aves por caixa não varia em função de seu peso.
  • D. O transporte das aves deve ser realizado nas horas mais quentes do dia.

Existem vários tipos de cruzamentos, dependendo do produto que se quer obter. Antes de decidir qual cruzamento utilizar, é preciso pensar nos objetivos de mercado e estimar muito bem os custos de produção, o que ainda não tem sido muito explorado pelas pesquisas e, principalmente, pelos produtores e técnicos no Brasil. Acerca dos modelos adotados de cruzamentos, assinale a alternativa correta.

  • A. Quando se deseja substituir uma raça ou um grupo de animais por outra(o) faz-se o cruzamento industrial ou simples. Nesse tipo de cruzamento, duas raças diferentes são acasaladas e os mestiços provenientes desse acasalamento são acasalados, nas gerações sucessivas, com indivíduos de uma das raças iniciais. Com a repetição do acasalamento dos mestiços com a raça pura escolhida, o patrimônio genético da raça inicial vai sendo absorvido.
  • B. Quando se deseja explorar apenas os animais da primeira geração, realiza-se o cruzamento rotativo ou alternado, ou seja, acasalam-se duas raças, explorando a heterose e reunindo as características desejáveis das duas no mestiço, produto também chamado meio sangue, que é comercializado.
  • C. Quando se deseja reunir características de duas ou mais raças em um animal, mantendo-se um bom nível de heterose e ainda tendo a possibilidade de se utilizar matrizes mestiças na reprodução, realiza-se o cruzamento contínuo ou absorvente, que consiste em utilizar de forma alternada, no acasalamento, uma raça e outra, sucessivamente.
  • D. Para a realização do cruzamento, é muito importante selecionar as raças paternas, que fornecerão os reprodutores, e as raças maternas, que fornecerão as matrizes e que servirão de base para o cruzamento, uma vez que existem raças com maior aptidão para crescimento e produção de leite, mais indicadas para serem paternas, e outras que apresentam melhor fertilidade, boa habilidade materna e menor peso adulto (tamanho), mais indicadas para serem maternas.
  • E. Quando se deseja reunir características de duas ou mais raças em um animal, mantendo-se um bom nível de heterose e ainda tendo a possibilidade de utilizar matrizes mestiças na reprodução, realiza-se o cruzamento corretivo, que consiste em utilizar de forma alternada, no acasalamento, uma raça e outra, sucessivamente.

Com relação à vacinação contra a febre aftosa em rebanhos de bovinos e bubalinos, o criador que não vacinou e não declarou

  • A. será apenas notificado pelo órgão de defesa agropecuária para que vacine o rebanho no ano seguinte.
  • B. fica impedido de retirar a Guia de Trânsito Animal (GTA), mas pode comercializar a carne depois de abatida.
  • C. fica impedido apenas de comercializar o produto, mas pode retirar a Guia de Trânsito Animal (GTA) e circular livremente pelo país.
  • D. precisa abater todo o rebanho imediatamente.
  • E. é notificado e autuado, além de ficar impedido de retirar a Guia de Trânsito Animal (GTA) e impedido de circular e comercializar os animais.

Com base nos estudos relativos às doenças de interesse no manejo reprodutivo, assinale a alternativa correta.

  • A. A Trichomonose (uma das doenças infectocontagiosas com maior destaque na esfera reprodutiva) tem como principal via de contaminação, a digestiva; por água, alimentos, pastos contaminados com restos de aborto, placentas, sangue e líquidos contaminados (proveniente de abortos e partos de vacas e novilhas contaminadas). A transmissão pela monta por touros infectados também pode ocorrer, mas em menor proporção que a digestiva.
  • B. A Campilobacteriose afeta animais e humanos, causando, principalmente, perdas por abortos em bovinos além de infecções disseminadas pelo organismo. A transmissão ocorre através da urina, parto, leite, abortos, mas principalmente através de roedores e animais silvestres infectados.
  • C. Rinotraqueíte infecciosa bovina (IBR) e Vulvovaginite pustular (IPV) fazem parte do complexo herpes-vírus bovino, causadas pelo HVB tipo-1, responsáveis por abortos entre outras enfermidades. O HVB pode produzir uma variedade de manifestações clínicas como a mastite (inflamação do úbere), conjuntivite (inflamação da conjuntiva), balanopostite (inflamação da glande e do prepúcio), doenças estas que podem ocorrer em um mesmo surto, com animais distintos.
  • D. A diarreia viral bovina (do gênero pestivirus) é um complexo de doenças associadas com o herpes-vírus bovino que diminui a imunidade. É uma virose também conhecida por causar desordens reprodutivas, sendo que a infecção fetal (transplacentária) pode levar à morte embrionária ou até mesmo a defeitos congênitos (nascidos com o indivíduo, como a microcefalia, hidrocefalia, hipoplasia cerebral e defeitos oculares), a surtos de diarreia, a abortos, entre outros. A infecção pelo vírus da BVDV ocorre através das vias nasal ou oral, podendo ocasionar a morte do animal (jovem ou adulto) e o nascimento de animais pouco desenvolvidos, que podem se tornar portadores da enfermidade.
  • E. A Leptospirose é doença infecciosa e sexualmente transmitida, causada pelo Trichomonas foetus que afeta fêmeas e machos em idade reprodutiva, causando morte embrionária, aborto, endometrites, piometras, ou fetos macerados, como consequências diretas, pois o maior prejuízo está na diminuição de nascimentos e na demora do estabelecimento da prenhez, como forma indireta. A principal via de transmissão acontece durante a cópula (monta) onde o macho infectado contamina a fêmea ou é contaminado por esta, ou ainda, por meio da inseminação artificial com sêmen contaminado.

O Hiperparatireoidismo Nutricional Secundário ou Osteodistrofia Fibrosa, também conhecido como “Doença Cara Inchada”, é um distúrbio relacionado ao manejo nutricional errado em equinos. Não é causa dessa enfermidade o(a)

  • A. excesso de cálcio na dieta.
  • B. falta de fósforo (P) que, normalmente, está ligada ao consumo excessivo de grãos de milho ou farelo de trigo ou ainda de certas gramíneas, como o capim Napier (Penisetum purpureum).
  • C. ingestão de oxalato, presente em algumas forrageiras e o excesso da Vitamina D.
  • D. desequilíbrio na relação Ca:P. Essa relação deve ser próxima de 2:1, sendo 1,6:1 para potros em crescimento e éguas em lactação e 1,8:1 para cavalos de esporte e em manutenção, de acordo com o NRC (1999).
  • E. redução da liberação do hormônio PTH (paratormônio), que atua retirando cálcio dos ossos e liberando-o para a corrente sanguínea.

Um zootecnista foi chamado para fazer uma consultoria em uma propriedade destinada à terminação de bovinos de corte. O proprietário construiu 15 piquetes de 10.000 m² cada, para fazer o manejo pelo sistema de pastejo rotacionado. Considerando que a produção de forragem é de 2.450 kg de matéria seca por hectare, a necessidade de matéria seca por animal é de 4% PV por dia, o peso vivo médio dos animais é de 350 kg e que, para atender o ciclo de crescimento da forragem, o período de ocupação deverá ser de 3 dias, a quantidade de animais que podem ser adquiridos para esta situação específica é de

  • A. 50.
  • B. 52.
  • C. 54.
  • D. 56.
  • E. 58.
Provas e Concursos

O Provas e Concursos é um banco de dados de questões de concursos públicos organizadas por matéria, assunto, ano, banca organizadora, etc

Parceiros

Caso deseje ser um parceiro entre em contato.

questões de concurso

{TITLE}

{CONTENT}

{TITLE}

{CONTENT}
Provas e Concursos
0%
Aguarde, enviando solicitação!

Aguarde, enviando solicitação...