Questões de Geologia

Lista completa de Questões de Geologia para resolução totalmente grátis. Selecione os assuntos no filtro de questões e comece a resolver exercícios.

Sobre Geologia Estrutural, é incorreto afirmar.

  • A. Descontinuidade é o termo geral para qualquer quebra na continuidade mecânica do maciço rochoso que tenha nenhuma ou baixa resistência à tração.
  • B. O mecanismo de ruptura é governado pelas características das descontinuidades existentes no maciço rochoso.
  • C. O Mergulho é o ângulo diedro formado pelo plano da camada com o plano horizontal, sendo paralelo a sua direção.
  • D. Para caracterização de uma descontinuidade além do orientação e ângulo de mergulho, também é relevante o espaçamento, abertura, persistência, rugosidade, preenchimento e a presença de água.
  • E. A Direção é a orientação, em relação ao norte, da linha resultante da interseção do plano da camada com o plano horizontal.

Em regiões onde ocorrem rochas carbonáticas, tais como os mármores dolomíticos da Formação Capiru (Grupo Açungui), formam-se importantes reservatórios de águas subterrâneas que são extraídas para abastecimento público, agrícola, industrial e, também, explotadas como bem mineral e comercializadas na forma de “água mineral”. Com relação aos aquíferos formados em rochas carbonáticas, é correto afirmar:

  • A. A vulnerabilidade à contaminação em áreas de ocorrência de rochas carbonáticas depende da espessura da cobertura de material inconsolidado em que, principalmente em áreas agrícolas, os contaminantes químicos podem ficar armazenados e serem liberados lentamente para o aquífero.
  • B. A origem da água subterrânea armazenada em aquíferos cársticos está condicionada à infiltração de águas de rios e de chuva através de sumidouros e dolinas.
  • C. Em aquíferos cársticos, considera-se como água subterrânea a água contida nos poros da rocha abaixo da superfície.
  • D. O fluxo da água subterrânea em aquíferos cársticos pode passar de regime laminar a turbulento, causando a surgência da água na superfície através de nascentes naturais.
  • E. A heterogeneidade e anisotropia dos aquíferos cársticos dependem das propriedades hidráulicas do substrato rochoso, sendo mais desenvolvidas ao longo das descontinuidades do meio rochoso.

A teoria da tectônica de placas, conhecida como a “teoria unificadora”, explica a movimentação e as forças atuantes nas placas tectônicas e, também, os processos e as grandes feições geológicas que ocorrem nos limites entre essas placas. Com relação à essa teoria, é INCORRETO afirmar:

  • A. A variação da velocidade de deslocamento e direção do movimento de uma placa em relação a outra depende dos princípios geométricos que controlam a movimentação de placas rígidas em uma superfície esférica.
  • B. Os limites transformantes indicam o sentido de deslocamento das placas tectônicas.
  • C. As isócronas do fundo oceânico são aproximadamente paralelas ao eixo a partir do qual se deu a expansão do fundo oceânico.
  • D. A reconstrução da paleogeografia dos continentes possibilita a caracterização das paleocorrentes oceânicas e, com isso, podem-se fazer inferências sobre o paleoclima na Terra.
  • E. A reconstrução paleogeográfica pode auxiliar na prospecção mineral pela correlação geológica entre uma região onde ocorre um determinado tipo de depósito e outras áreas que estariam juntas no passado geológico.

Os aquíferos podem se formar em rochas sedimentares, ígneas, metamórficas ou em material inconsolidado. O entendimento da hidrogeologia de uma região depende do conhecimento da litoestratigrafia, das estruturas das formações geológicas e das características hidráulicas do material geológico que constitui o aquífero. Com relação à ocorrência de águas subterrâneas nesses diferentes substratos, é INCORRETO afirmar:

  • A. As discordâncias são descontinuidades estratigráficas que podem separar meios de diferentes propriedades hidráulicas.
  • B. A prospecção de água subterrânea em aquíferos formados por material inconsolidado é favorável devido à facilidade de perfuração, pouca profundidade e localização próxima a fontes favoráveis de recarga.
  • C. Nos aquíferos cársticos, a formação dos canais de dissolução é consequência da saturação da água percolante em relação aos minerais carbonáticos.
  • D. O estudo sedimentológico em arenitos permite caracterizar a origem e o ambiente deposicional, o que pode ser útil na avaliação da distribuição espacial da permo-porosidade no meio aquífero.
  • E. Nos meios aquíferos fissurais, tais como rochas ígneas e metamórficas, em geral ocorre uma diminuição da permeabilidade com a profundidade.

Os movimentos de massa correspondem ao deslocamento, pela ação da gravidade, de rochas e solos que, quando ocorrem em áreas urbanizadas, podem causar graves perdas materiais e de vidas humanas. Com relação a esse processo geológico, é INCORRETO afirmar:

  • A. Os movimentos de massa são consequência do intemperismo e fragmentação de rochas, sendo um dos agentes de erosão em áreas montanhosas.
  • B. A natureza dos materiais de uma encosta, bem como a quantidade de água contida nesses materiais, são fatores que influenciam os movimentos de massa.
  • C. Em geral, encostas formadas por uma mistura de materiais não consolidados apresentam ângulos de declividade baixos.
  • D. O rastejamento do solo é considerado o mais lento entre os movimentos de massa de material inconsolidado.
  • E. Fluxo de detritos é um movimento fluido de material de grão relativamente fino, como solos ou rochas sedimentares pelíticas alteradas.

Os recursos energéticos são insumos necessários ao bem-estar da humanidade. No entanto, cerca de 85% dos recursos energéticos utilizados no mundo são combustíveis fósseis, não renováveis e que provocam, como efeito colateral, a emissão de gases de efeito estufa, cujo acúmulo na atmosfera pode causar impactos indesejáveis no clima da Terra. Com relação aos recursos energéticos, é correto afirmar:

  • A. O termo “recurso”, usado na explotação mineral, se refere a ocorrências minerais cujas dimensões e viabilidade econômica estão comprovadas por estudos geológicos.
  • B. Pode-se apontar, como vantagens do petróleo e gás sobre o carvão, a queima com menor geração de resíduos e a maior facilidade de transporte.
  • C. Petróleo e gás se formam em ambientes geológicos especiais, onde proliferam bactérias capazes de oxidar a matéria orgânica.
  • D. O carvão mineral sapropélico é formado a partir do acúmulo de restos de vegetais superiores de origem continental ou paludal.
  • E. No processo de transformação da matéria orgânica denominado catagênese, predomina a atividade bacteriana que transforma a matéria orgânica em querogênio.

As rochas da crosta estão submetidas a tensões que, ao longo do tempo geológico, podem resultar em deformações tais como dobramentos ou fraturamentos. Com relação às deformações das rochas, é INCORRETO afirmar:

  • A. Os esforços cisalhantes podem dar origem a falhas de rejeito direcional.
  • B. Os termos lapa e capa só são usados quando o plano de falha não for vertical.
  • C. Em uma falha normal, a capa desce em relação à lapa.
  • D. Uma dobra antiforme sinclinal tem a concavidade voltada para cima e rochas mais antigas no núcleo da dobra.
  • E. Um conjunto de juntas sistemáticas forma uma família, e a intercessão de famílias de juntas forma um sistema.

A posição espacial de uma falha é dada pela “atitude do plano da falha”, definida pelos parâmetros direção e mergulho desse plano. Em relação à atitude de um plano estrutural, é correto afirmar:

  • A. O ângulo de mergulho é medido em relação à horizontal.
  • B. A orientação, em relação ao norte geográfico, da linha indicada pelo mergulho corresponde à direção da camada.
  • C. A orientação da linha gerada pela intercessão de um plano vertical com o plano estrutural é conhecida como “direção da estrutura”.
  • D. Se for informada apenas a direção do plano estrutural e não for informado o mergulho da estrutura, essa mesma direção pode ser comum a infinitos planos.
  • E. O mergulho de um plano estrutural é medido apoiando-se, verticalmente, a bússola de geólogo sobre o referido plano.

Em uma área com superfície horizontal foram instalados dois poços de monitoramento idênticos e distanciados de 10-1 km um do outro. Os poços penetram um substrato isotrópico e homogêneo de porosidade intergranular e igual a 20%. A condutividade hidráulica do meio aquífero é igual a 20 mm s-1. A elevação do nível da água, em relação a um datum arbitrário, medida simultaneamente nos dois poços em um determinado dia, foi de 88,1 m e 88,0 m, nos poços PM1 e PM2, respectivamente.

Nessas condições, a velocidade aproximada de fluxo subterrâneo da água entre esses dois poços é:

  • A. 1,0 x 10-4 m s-1.
  • B. 1,0 x 10-5 m s-1.
  • C. 1,0 x 10-6 m s-1.
  • D. 2,0 x 10-4 m s-1.
  • E. 2,0 x 10-5 m s-1.

Assinale a alternativa que mostra critérios cinemáticos mesoscópicos e/ou microscópicos.

  • A. Tectonito L, porfiroblastos helicíticos e porfiroclastos assimétricos.
  • B. Caudas de recristalização, xistosidade espaçada e dobras assimétricas.
  • C. Xistosidade contínua, dobras parasitas, foliação S/C.
  • D. Espelho de falha com estrias e steps, foliação espaçada e clivagem ardosiana.
  • E. Mica fisch, porfiroclastos assimétricos e sombras de pressão.
Provas e Concursos

O Provas e Concursos é um banco de dados de questões de concursos públicos organizadas por matéria, assunto, ano, banca organizadora, etc

Parceiros

Caso deseje ser um parceiro entre em contato.

questões de concurso

{TITLE}

{CONTENT}

{TITLE}

{CONTENT}
Provas e Concursos
0%
Aguarde, enviando solicitação!

Aguarde, enviando solicitação...