Questões de Língua Portuguesa da Fundação Mariana Resende Costa (FUMARC)

Lista completa de Questões de Língua Portuguesa da Fundação Mariana Resende Costa (FUMARC) para resolução totalmente grátis. Selecione os assuntos no filtro de questões e comece a resolver exercícios.

  • A.

    A palavra “mal”, no caso específico da frase de Millôr, é um substantivo.

  • B.

    O efeito de sentido da frase deve-se a uma relação de concessão.

  • C.

    O vocábulo “mal” exerce no sintagma a função de adjetivo.

  • D.

    O autor utiliza como recurso de linguagem o trocadilho.

No texto I, constitui um ingrediente discursivo utilizado pelo poeta

  • A.

    o uso também da linguagem coloquial, que se desvia do padrão culto da língua.

  • B.

    a exposição argumentativa de ideias, que se efetiva pela ausência de linguagem figurada.

  • C.

    a linguagem verbal articulada com situações imagéticas, para dar mais veracidade aos fatos.

  • D.

    os recursos de natureza narrativa que visam a estabelecer um constante diálogo com o leitor.

Considere as afirmações seguintes e assinale a CORRETA.

  • A.

    Os termos “cidadequalquerianos” e “nadopolenses” (Texto II) constituem neologismos, entendendo-os como aquelas unidade lexicais que são sentidas como novas na comunidade linguística.

  • B.

    O título do Texto II tem uma conotação negativa expressa pela noção de insuficiência contida na palavra “versus”

  • C.

    Uma das diferenças entre os textos I e II é que o Texto II apresenta uma redação que não exige tanta inferência e não carrega tanto conteúdo pressuposto no Texto I.

  • D.

    No Texto II há alternância de traços narrativos e dissertativos ao longo dos parágrafos, com ausência de traços descritivos mesclados a comentários interpretativos.

O uso da conjunção “ e ” no período tem a finalidade de

  • A.

    apresentar ideias e contrariá-las a seguir.

  • B.

    explicar duas informações substantivadas.

  • C.

    retificar o uso das informações contextuais.

  • D.

    adicionar adjetivações ao termo anteriormente substantivado.

  • A.

    Mudou a embalagem, MAS o efeito colateral ainda é o mesmo! ( MAS= aditivo)

  • B.

    Mudou a embalagem, MAS o efeito colateral ainda é o mesmo! ( MAS= adversativo)

  • C.

    Mudou a embalagem, MAS o efeito colateral ainda é o mesmo!( MAS= conclusivo)

  • D.

    Mudou a embalagem , MAS, o efeito colateral ainda é o mesmo!( MAS= explicativo)

Em “"É o desejo, e não já da cidade, senão de toda a população"”, a palavra assinalada pode ser substituída, sem que haja alteração de sentido, por:

  • A.

    Exceto

  • B.

    Mas sim

  • C.

    Portanto

  • D.

    Até porque

Assinale a alternativa que faz um comentário equivocado sobre o texto de Machado de Assis.

  • A.

    A linguagem do texto é marcada, predominantemente, pela informalidade.

  • B.

    A linguagem do texto é marcada, predominantemente, por expressões metafóricas.

  • C.

    A linguagem do texto é marcada, predominantemente, pela oralidade.

  • D.

    A linguagem do texto é marcada, no segundo parágrafo, predominantemente por orações coordenadas.

Com relação ao texto,julgue como VERDADEIRO(V) ou FALSA(F) cada uma das assertivas.

( ) Em: “(...) foram recolhidas à Casa Verde(...)”, a crase utilizada refere-se à clínica , determinando a transitividade do nome “recolhidas”.

( ) Em : “ (...) O alienista dizia que só eram admitidos os casos patológicos, mas pouca gente lhe dava crédito. (...)”, o pronome Oblíquo átono “LHE” refere-se à expressão”gente”.

( ) Em : (...) Um homem não podia dar nascença ou curso à mais simples mentira do mundo, ainda daquelas que aproveitam ao inventor ou divulgador, que não fosse logo metido na Casa Verde(...)”, o pronome QUE tem função relativa.

( ) Em :” Ele respeitava as namoradas e não poupava as namoradeiras, dizendo que as primeiras cediam a um impulso natural e as segundas a um vício(...)”, ocorre uma elipse do verbo no 4º período.

A sequência CORRETA é:

  • A.

    V-F-V-F

  • B.

    V-F-V-V

  • C.

    V-V-F-F

  • D.

    V-F-F-F

Sobre o emprego dos sinais de pontuação, analise as afirmativas a seguir, nos trechos:

I. “( ...) respostas vagas, inconsistentes, sem coerência, coesão...” o uso das vírgulas se justifica pela enumeração das informações.

II. “xícara”, “mexer” e “vexame” os sinais das aspas nas palavras foram utilizados para enfatizar a maneira correta como cada uma deve ser grafada.

III. “Como ensinar redação a estudantes sem argumentos para defender seu ponto de vista?” compreende-se o uso do ponto de interrogação, nesta frase, uma articulação de indignação.

Está ( ão ) CORRETA ( s ) a ( s ) afirmativa( as ):

  • A.

    I,II e III.

  • B.

    Apenas I e III.

  • C.

    Apenas II e III.

  • D.

    Apenas I.

O uso das aspas em: “O Brasil não fugirá ao seu destino histórico!” justifica-se

  • A.

    pela argumentação da defesa de tese pertencer a outro emissor.

  • B.

    por representar a fala do próprio emissor anunciado.

  • C.

    pela representação de uma voz ainda não reconhecida no contexto.

  • D.

    por apontar possíveis receptores que não estão presentes no momento da fala.

Provas e Concursos

O Provas e Concursos é um banco de dados de questões de concursos públicos organizadas por matéria, assunto, ano, banca organizadora, etc

{TITLE}

{CONTENT}

{TITLE}

{CONTENT}
Provas e Concursos
0%
Aguarde, enviando solicitação!

Aguarde, enviando solicitação...