Questões de Arquitetura da Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Lista completa de Questões de Arquitetura da Fundação Getúlio Vargas (FGV) para resolução totalmente grátis. Selecione os assuntos no filtro de questões e comece a resolver exercícios.

A Praça Nossa Senhora da Luz, situada em Salvador, a partir do projeto de reforma da arquiteta Lucinei Neiva, realizado em 2000, destaca-se por

  • A. sua feição bastante conservadora.
  • B. seu caráter misto entre a praça jardim e a recreativa.
  • C. seu princípio direcionado à educação ambiental.
  • D. seu foco na preservação da vegetação nativa.
  • E. sua ênfase no emprego de materiais reciclados.

Em antítese à designação de “Urbanismo Moderno”, surgiu uma nova maneira de pensar a arquitetura e o urbanismo, rotulada de “Novo Urbanismo”, que apresenta como característica a:

  • A. separação por níveis entre os pedestres e os automóveis;
  • B. livre disposição de torres e blocos segundo planos de massa abstratos;
  • C. hierarquização do tráfego;
  • D. recusa das relações primárias entre a forma e a função;
  • E. separação funcional dos programas e o zoneamento da cidade.

No âmbito da morfologia urbana, o lote-parcela fundiária é um elemento morfológico do espaço urbano considerado como:

  • A. princípio complementar da relação edifício/terreno;
  • B. gênese do edificado;
  • C. meio não condicionante da forma do edifício;
  • D. porção cadastral especificamente;
  • E. domínio do espaço público.

Ao projetar a escada principal de uso coletivo de um edifício na cidade de Salvador, o arquiteto, em respeito às normas relativas à execução de obras desse Município, utilizou a “fórmula 2h+p = 0,62m a 0,64 m, onde h é a altura do degrau, com máximo de 0,18m e p o piso, não podendo este ser inferior a 0, 27m”.

Assinale a opção que indica o número de degraus e de patamar(es) intermediário(s), se este for o caso, sabendo que a escada deverá ter lances retos, duas mudanças de direção e altura a vencer de 3,06m.

  • A. 15 degraus de 0,18m e 2 patamares intermediários.
  • B. 16 degraus de 0,17m e 2 patamares intermediários.
  • C. 17 degraus de 0,18m e 2 patamares intermediários.
  • D. 18 degraus de 0,17m e 1 patamar intermediário.
  • E. 18 degraus de 0,17m e nenhum patamar intermediário.

Considerando que o conjunto de vias e quarteirões compõe a malha urbana de uma cidade, assinale a afirmativa correta.

  • A. As vias arteriais retilíneas com poucas interseções atraem o uso lindeiro diversificado.
  • B. As ruas com muitas interseções e os quarteirões pequenos estimulam o isolamento.
  • C. As esquinas se prestam muito bem ao uso residencial multifamiliar.
  • D. As ruas e os quarteirões formam um par independente da ocupação do solo.
  • E. As vias com poucas interseções e grandes quarteirões são mais seguras e ideais para o uso comercial.

Na elaboração da planta referente ao levantamento topográfico de um imóvel, é dispensável a indicação

  • A. da orientação solar.
  • B. dos ventos predominantes.
  • C. das árvores existentes.
  • D. das árvores existentes.
  • E. dos ângulos do contorno.

No projeto de restauro da estrutura em madeira de um telhado sujeita à alta incidência de ataque de insetos, o arquiteto escolheu o método de tratamento curativo de longa duração, que possui ótima penetração e permite que as peças de grandes dimensões sejam mantidas no seu local original.

Esse método denomina-se

  • A. pincelamento.
  • B. aspersão.
  • C. imersão.
  • D. duplo vácuo.
  • E. gotejamento.

O arquiteto, comparando os tipos de laje em concreto armado a serem empregadas no projeto estrutural de um edifício residencial multifamiliar, o arquiteto concluiu que, em relação à laje nervurada, a laje maciça

  • A. apresenta menor facilidade na execução das fôrmas para vãos pequenos.
  • B. apresenta menor custo total para vãos pequenos.
  • C. requer menor número de vedações fixas.
  • D. consome menor quantidade de concreto para vãos pequenos.
  • E. requer um número menor de pilares internos.

Apesar das formas dos taludes de corte e de aterro só poderem ser determinadas após a realização dos estudos geológicos do solo do sítio, alguns critérios formais generalistas podem ser antevistos pelo arquiteto.

Um desses critérios a ser empregado em terrenos não rochosos é o uso de:

  • A. talude reto até as extremidades de encontro com as áreas planas;
  • B. formas, predominantemente (2/3 da curva), convexas;
  • C. declividade relativamente moderada, menor que 10%;
  • D. cantos arredondados, inclusive os que se encontram com o terrapleno;
  • E. inclinação em função da largura do talude.

Ao definir a implantação dos blocos de um agrupamento de edifícios, o arquiteto optou por localizá-los, intercaladamente, em direção ao vento dominante.

Sua decisão foi:

  • A. correta, porque pode-se obter maior densidade na ocupação do terreno, sem prejudicar a ventilação do conjunto de edifícios;
  • B. incorreta, porque os edifícios recebem o vento apenas com 50% da velocidade que os atingiria caso não estivessem intercalados;
  • C. correta, desde que atenda à exigência de se manter entre os blocos edilícios uma distância igual à altura deles, para não aumentar o consumo energético;
  • D. incorreta, porque implica pouca densidade de ocupação do terreno, expondo os blocos edilícios à desfavorável ação intensa dos elementos climáticos;
  • E. correta, porque a zona de sucção / redemoinhos diminui, podendo reduzir a distância entre os blocos edilícios e elevar a eficiência da ventilação.
Provas e Concursos

O Provas e Concursos é um banco de dados de questões de concursos públicos organizadas por matéria, assunto, ano, banca organizadora, etc

{TITLE}

{CONTENT}

{TITLE}

{CONTENT}
Provas e Concursos
0%
Aguarde, enviando solicitação!

Aguarde, enviando solicitação...