Questões de Enfermagem da FUNRIO Fundação de Apoio a Pesquisa, Ensino e Assistência (FUNRIO)

Lista completa de Questões de Enfermagem da FUNRIO Fundação de Apoio a Pesquisa, Ensino e Assistência (FUNRIO) para resolução totalmente grátis. Selecione os assuntos no filtro de questões e comece a resolver exercícios.

No atendimento a um paciente com insuficiência renal crônica que apresente o diagnóstico de enfermagem “excesso de volume de líquidos relacionado com o debito urinário diminuído”, a prescrição de enfermagem deve conter, EXCETO:

  • A. realizar pesagem diária.
  • B. incentivar higiene oral frequente.
  • C. avaliar o estado hídrico pelo exame da distensão das artérias do pescoço.
  • D. explicar ao paciente e família o porquê da restrição hídrica.
  • E. avaliar frequência e esforço respiratório.

Na aplicação da sistematização da assistência de enfermagem a pessoas adultas com doenças renais, na etapa de coleta de dados deve-se ter muita atenção às manifestações de distúrbios hidroeletrolíticos, para que seja possível indicar a melhor estratégia de tratamento. Assinale a alternativa que contém uma manifestação clínica comum apresentada por pacientes com déficit de sódio e uma estratégia de tratamento geral:

  • A. língua seca e áspera; restrição dietética.
  • B. náusea e mal-estar; solução salina hipertônica.
  • C. íleo paralítico e fraqueza muscular; solução salina hipotônica.
  • D. formigamento ao redor da boca; reposição de líquidos.
  • E. perda de peso crônica; suplementos nutricionais.

Uma das indicações do uso da assistência circulatória mecânica através do balão intra-aórtico é durante o intra-operatório, em pacientes que não conseguem ser desmamados da circulação extracorpórea. O balão intra-aórtico é insuflado durante a diástole e o esvaziamento ocorre antes da ejeção ventricular. Todos os listados abaixo são efeitos do balão intra-aórtico, EXCETO:

  • A. diminuição da pressão arterial média.
  • B. redução da pós-carga do ventrículo esquerdo.
  • C. elevação da pressão diastólica intra-aórtica durante a insuflação do balão.
  • D. pressão de perfusão coronariana.
  • E. menor trabalho do miocárdio para ejeção sistólica.

A acidose metabólica pode estar presente na circulação extracorpórea, ocorrendo principalmente pela deficiência de oxigenação do sangue, perfusões prolongadas e distribuição irregular de fluxos. No caso de acidose metabólica há:

  • A. o aumento do ph, o aumento de BE, o aumento de HCO3.
  • B. o aumento do ph, a redução de PCO2, a redução de HCO3.
  • C. a redução do ph, o aumento da PCO2, o aumento de HCO3.
  • D. a redução do ph, o aumento da PCO2, a redução de HCO3.
  • E. a redução do ph, a redução de BE, a redução de HCO3.

O acompanhamento do equilíbrio eletrolítico e ácido básico é essencial durante a circulação extracorpórea para a prevenção de complicações. Um dos eletrólitos que pode sofrer alterações transitórias neste processo cirúrgico é considerado o principal cátion intracelular, sendo essencial para as funções cardíacas, neurais e musculares normais e para a contratilidade dos músculos. Além disso, tem importante papel na síntese de proteína e glicogênio. Trata-se do:

  • A. sódio.
  • B. magnésio.
  • C. potássio.
  • D. cálcio.
  • E. fósforo.

Os oxigenadores do circuito de circulação extracorpórea incorporam membranas que são permeáveis aos gases respiratórios. Sobre o processo fisiológico pelo qual o gás atravessa a membrana dos oxigenadores é correto afirmar, EXCETO:

  • A. a diferença de pressão do gás entre os dois lados da membrana é a principal força física que impulsiona o gás através da membrana.
  • B. a velocidade de difusão de um gás através da membrana é inversamente proporcional à diferença de pressão.
  • C. a maioria das membranas permite a passagem do dióxido de carbono cinco a seis vezes mais rápida do que a do oxigênio.
  • D. o coeficiente de permeabilidade da membrana é representado pela relação entre a permeabilidade ao dióxido de carbono e ao oxigênio.
  • E. nas membranas semi-permeáveis a passagem do gás ocorre por difusão.

O circuito da circulação extracorpórea é o conjunto de elementos que, conectado às bombas propulsoras e aos pacientes, permite a realização dos procedimentos de perfusão. A organização dos circuitos inclui a seleção e montagem dos oxigenadores. São características do oxigenador ideal, EXCETO:

  • A. mínima tendência à formação de microêmbolos e de desnaturação das proteínas plasmáticas.
  • B. fácil e rápido de montar e operar.
  • C. deve oxigenar 5 a 6 litros de sangue venoso com saturação de 95-100%.
  • D. deve ter acoplado um permutador térmico.
  • E. deve operar com alto volume de perfusato.

Uma das principais complicações que ocorre nos pacientes submetidos à circulação extracorpórea é a hemorragia. Analise se são verdadeiras (V) ou falsas (F) as afirmativas a seguir:

A administração de doses adequadas de protamina restaura imediatamente e completamente as funções hemostáticas dos pacientes submetidos à circulação extracorpórea.

Todos os pacientes submetidos à circulação extracorpórea apresentam sangramento nas primeiras horas após o procedimento. Em geral o adulto perde entre 400 e 1000 ml de sangue nas primeiras 24 horas. Valores de drenagem superiores a 3 ml/kg/hora nas primeiras três horas pode indicar a necessidade de revisão cirúrgica.

 A aprotinina é um agente antifibrinolítico que pode ser utilizado durante a perfusão para a prevenção do sangramento pós-perfusão, pois prolonga o tempo de coagulação ativado.

As afirmativas são respectivamente:

  • A. F, V, V.
  • B. V, V, F.
  • C. F, F, F.
  • D. F, F, V.
  • E. V, F, V.

Durante a perfusão com hemodiluição um dos efeitos é a diluição das proteínas do plasma, que permite a passagem da água para o interstício. Além disso, há reabsorção da água nas extremidades venosas dos capilares pela baixa pressão capilar. Para impedir esse escape de água para o interstício pode-se adicionar ao perfusato cristaloide:

  • A. glicose hipertônica.
  • B. corticoesteroides.
  • C. sulfato de magnésio.
  • D. albumina.
  • E. cloreto de cálcio.

Sobre a condução e monitorização da perfusão, analise as afirmativas a seguir:

I. A hemodiluição diminui a viscosidade sanguínea, melhora a perfusão dos tecidos e aumenta a pressão oncótica.

II. O fluxo de gás no oxigenador deve ser suficiente para manter a P02 acima de 100 e abaixo de 200 mmHg e a PCO2 em torno de 30 mmHg.

III. O valor da diurese deve ser monitorizado como indicador da perfusão dos tecidos, sendo considerado adequado o mínimo de 50 mL/h.

IV. O hematócrito entre 23 a 25% é um bom indicador da quantidade de hemoglobina disponível para o transporte dos tecidos.

Marque a alternativa correta:

  • A. apenas as afirmativas I e IV estão corretas.
  • B. apenas as afirmativas II e IV estão corretas.
  • C. apenas as afirmativas II, III e IV estão corretas.
  • D. apenas as afirmativas III e IV estão corretas.
  • E. apenas a afirmativa III está correta.
Provas e Concursos

O Provas e Concursos é um banco de dados de questões de concursos públicos organizadas por matéria, assunto, ano, banca organizadora, etc

Contato

[email protected]concursos.com.br

{TITLE}

{CONTENT}

{TITLE}

{CONTENT}
Provas e Concursos
0%
Aguarde, enviando solicitação!

Aguarde, enviando solicitação...