Questões de Enfermagem da Instituto Americano de desenvolvimento (IADES)

Lista completa de Questões de Enfermagem da Instituto Americano de desenvolvimento (IADES) para resolução totalmente grátis. Selecione os assuntos no filtro de questões e comece a resolver exercícios.

Candidatos a doadores de sangue ou de hemocomponentes serão inabilitados permanentemente no(s) seguinte(s) caso(a):

  • A. homens que tiveram relações sexuais com outros homens e (ou) com as parceiras sexuais destes.
  • B. homens ou mulheres que tiveram relação sexual com pessoa com exame reagente para anti-HIV, ou com portador de hepatite B, de hepatite C ou de outra infecção de transmissão sexual e sanguínea.
  • C. pessoas que estiveram detidas por mais de 24 horas em instituição carcerária ou policial.
  • D. pessoas que tenham realizado piercing ou tatuagem sem condições de avaliação quanto à segurança.
  • E. candidatos que tenham doado a única unidade de sangue transfundida em um paciente que tenha apresentado soroconversão para hepatite B ou C, HIV, ou HTLV, sem ter qualquer outra causa provável para a infecção.

No que se refere às atribuições do enfermeiro no caso de uma urgência transfusional, assinale a alternativa correta.

  • A. Manter a infusão até que se finalize o conteúdo e, após, informar a equipe médica.
  • B. Manter acesso venoso calibroso com solução fisiológica 0,9%.
  • C. Retirar todos os acessos e aguardar melhora espontânea do quadro.
  • D. Verificar se há diferença de temperatura entre o conteúdo da bolsa e o ambiente.
  • E. Retirar imediatamente o acesso e jogar a bolsa no lixo.

Acerca da autoexclusão na doação de sangue, assinale a alternativa correta.

  • A. Doadores de risco para transmissão de doenças pela transfusão (DTT), que não se sintam à vontade para relatar esse risco na triagem clínica, não podem informar pelo voto a inadequação do sangue ao serviço de hemoterapia, pois as autoridades sanitárias iniciariam uma investigação epidemiológica.
  • B. Autoexclusão é o ato de se excluírem amostras de sangue que foram expostas a agentes, como luz intensa e calor.
  • C. Essa é uma ferramenta criada com o objetivo de aumentar a segurança transfusional por meio da oportunidade dada ao doador de definir confidencialmente que a respectiva doação não é adequada ao uso transfusional.
  • D. A informação acerca da autoexclusão não é obrigatória por parte do doador.
  • E. A informação do banco de sangue ao doador quanto à autoexclusão não é obrigatória, pois os testes laboratoriais já excluiriam a doação em caso de alterações nas amostras.

A infecção hospitalar (IH) é definida como uma patologia que o paciente adquire após determinado prazo da respectiva admissão em uma unidade hospitalar, podendo manifestar-se durante a internação ou após a transferência para outra unidade.

Com base nessa informação, é correto afirmar que o referido prazo corresponde a

  • A. 24 horas.
  • B. 48 horas.
  • C. 36 horas.
  • D. 72 horas.
  • E. 1 semana.

Com relação aos propósitos da Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE), segundo Taylor, assinale a alternativa correta.

  • A. Permite organizar os conhecimentos e as ações de enfermagem de forma corporativa.
  • B. Viabiliza a comunicação exclusiva entre os profissionais de enfermagem.
  • C. É essencial na provisão de um cuidado abrangente e de qualidade ao paciente.
  • D. Trata-se de ferramenta importante no processo de inclusão da divisão do trabalho.
  • E. Reforça a ideia de que a prescrição de enfermagem é fundamentada somente na prescrição médica.

Os objetivos da administração e gerenciamento de materiais em enfermagem estão relacionados e contribuem para o alcance dos objetivos gerais das instituições, podendo ser classificados em principais e secundários de acordo com a forma de contribuição para a instituição. Com relação a esse tema, assinale a alternativa que indica os objetivos secundários do gerenciamento de materiais em enfermagem.

  • A. Alcançar baixos custos de aquisição, manutenção, reposição e mão de obra.
  • B. Promover a rotatividade de estoques, estimular o treinamento e o aperfeiçoamento do pessoal.
  • C. Possibilitar a continuidade de fornecimento, garantir a qualidade dos materiais adquiridos e promover boas relações com os fornecedores, bons registros e cadastros.
  • D. Garantir harmonia interdepartamental, economia, reciprocidade, atualização e melhoria da qualidade.
  • E. Realizar a padronização, a otimização do atendimento, a maximização de retornos e a centralização de atividades.

Por meio do inventário, obtêm-se dados corretos e precisos quanto ao patrimônio do hospital, o que é importante para que se possa realizar planejamentos objetivos e evitar gastos e desperdícios desnecessários. A esse respeito, é correto afirmar que os inventários podem ser classificados em

  • A. gerais e rotativos.
  • B. de verificação e de controle.
  • C. técnicos e variáveis.
  • D. ocupacionais e sazonais.
  • E. causais e de análise.

A administração de fármacos e soluções por cateteres, sondas e seringas é prática de enfermagem comum, que pode ser desenvolvida em ambientes de atendimento à saúde. A infusão de soluções em vias erradas, como soluções que deveriam ser administradas em sondas enterais serem realizadas em cateteres intravenosos, em razão da possibilidade de conexão errada, é um evento frequente, porém pouco documentado, que pode causar graves consequências e até a morte do paciente. Com base nessas informações, no que tange à assistência de enfermagem na infusão de soluções e medicamentos parenterais, assinale a alternativa que apresenta a medida a ser adotada.

  • A. Preferir a utilização de injetores laterais nos sistemas arteriais, venosos, peridurais e intratecais, por medidas de segurança e prevenção de infecções.
  • B. Realizar a desinfecção das conexões de cateteres com solução antisséptica alcoólica e gaze por três vezes, com movimentos circulares, antes de desconectar os sistemas.
  • C. Utilizar somente equipes de cor azul para infusão de hemocomponentes.
  • D. Não estimular o paciente e os familiares dele a participarem da confirmação dos medicamentos e das soluções que serão administrados, para não causar insegurança nos profissionais de enfermagem.
  • E. Orientar pacientes e familiares a manusearem os dispositivos de forma correta, a fim de se evitarem desconexões ou conexões incorretas.

Do ponto de vista da importância para a transmissão de doenças pelo sangue, ressaltam-se as hepatites B, C e Delta. Do ponto de vista transfusional, todos os indivíduos que tiverem antecedentes de hepatite viral após os 10 anos de idade serão definitivamente inaptos para a doação de sangue. A esse respeito, quanto às características dos vírus que causam hepatite, assinale a alternativa correta.

  • A.

    Tipo de vírus: A – Genoma: RNA.

    Modo de transmissão: fecal-oral, parenteral (sangue e hemoderivados) e materno-fetal. Período de incubação: 15 a 45 dias. Período de transmissibilidade: 15 dias antes dos sintomas, até sete dias após o início da icterícia.

  • B.

    Tipo de vírus: B – Genoma: DNA.

    Modo de transmissão: sexual, parenteral (sangue e hemoderivados, procedimento cirúrgico ou odontológico, solução de continuidade – pele, mucosas) e materno-fetal. Período de incubação: 30 a 50 dias. Período de transmissibilidade: pouco antes do início dos sintomas, prolongando-se indefinidamente.

  • C.

    Tipo de vírus: C – Genoma: RNA.

    Modo de transmissão: sexual, parenteral (sangue e hemoderivados) e materno-fetal. Período de incubação: 15 a 150 dias. Período de transmissibilidade: muitas semanas antes do início dos sintomas, prolongando-se indefinidamente.

  • D.

    Tipo de vírus: D – Genoma: DNA.

    Modo de transmissão: sexual, parenteral (sangue e hemoderivados, procedimento cirúrgico ou odontológico, solução de continuidade – pele, mucosas) e materno-fetal. Período de incubação: 30 a 180 dias. Período de transmissibilidade: muitas semanas antes do início dos sintomas até o desaparecimento desses (forma aguda) ou enquanto persistir o antígeno da superfície dos vírus B (portador crônico).

  • E.

    Tipo de vírus: E – Genoma: RNA.

    Modo de transmissão: fecal-oral, parenteral (sangue e hemoderivados) e materno-fetal. Período de incubação: 28 a 48 dias. Período de transmissibilidade: desconhecido.

O número de indivíduos infectados e a importância da infecção pelos vírus linfotrópicos de células T humanas tipo I e II (HTLV-I/II) tornam esses vírus um importante problema de saúde pública no Brasil. A triagem para o HTLV em bancos de sangue no País tornou-se obrigatória em novembro de 1993, sendo significativa a prevalência média do HTLV não só em nossa população de doadores, mas sobretudo na população geral. Assinale a alternativa que indica duas doenças que estão claramente associadas ao vírus linfotrópico de células T humano Tipo 1 (HTLV-I).

  • A. Leucemia/linfoma de células T do adulto (ATLL) e HAM/TSP (mielopatia associada ao HTLV/paraparesia espástica tropical).
  • B. Leucemia/mieloma de células T do adulto (ATLL) e HAM/TSP (mielopatia associada ao HTLV/paraparesia espástica tropical).
  • C. Leucemia/linfoma de células T do adulto (ATLL) e MAM/TSP (mieloma associado ao HTLV/paraparesia espástica tropical).
  • D. Mieloma de células T do adulto e sarcoma de Kaposi associado ao HTLV.
  • E. Mieloma de células T do adulto e MAM/TSP (mieloma associado ao HTLV/paraparesia espástica tropical).
Provas e Concursos

O Provas e Concursos é um banco de dados de questões de concursos públicos organizadas por matéria, assunto, ano, banca organizadora, etc

{TITLE}

{CONTENT}

{TITLE}

{CONTENT}
Provas e Concursos
0%
Aguarde, enviando solicitação!

Aguarde, enviando solicitação...