Questões de Relações Públicas

Lista completa de Questões de Relações Públicas para resolução totalmente grátis. Selecione os assuntos no filtro de questões e comece a resolver exercícios.

É exemplo de transformação dos aparelhos tecnológicos em mídias eficientes para a comunicação institucional:

  • A. trocar os quadros de avisos pela Intranet, o meio mais eficiente para comunicar ao público interno.
  • B. adotar critérios de noticiabilidade, como novidade e relevância, para os meios de comunicação já existentes.
  • C. impedir os colaboradores de acessar as redes sociais pelos computadores da rede interna, o que aumenta o tempo de uso da Intranet.
  • D. instalar televisores de LED ao lado dos postos de trabalho, pois a mídia televisiva é a que obtém maior índice de audiência.
  • E. restringir o acesso a sites de notícias pelos computadores da rede interna para obter maior controle dos fluxos de comunicação.

A primeira etapa na implantação de um processo de Relações Públicas é de

  • A. montagem de equipe e escolha de recursos humanos.
  • B. análise e controle.
  • C. diagnóstico.
  • D. orçamento e cronograma.
  • E. escolha de métodos e materiais.

Em uma pesquisa com entrevistas para uma amostragem com milhares de participantes, normalmente são usados formulários ou questionários. Nessas situações, é possível que se necessite coletar informações em temas que gerem, no entrevistado, medo ou receio de responder, se as perguntas forem formuladas diretamente ou, até mesmo, de forma indiscreta. Por exemplo: ao perguntar “você é favorável à preservação do meio ambiente?”, as respostas podem ser, por obviedade, sempre sim, mesmo que não correspondam à realidade. Em casos como esse, a melhor alternativa para coletar dados precisos, quantificáveis e comparáveis entre si é

  • A. realizar entrevistas com grupos para, a partir desses subgrupos, estabelecer o grau de concordância da população com o que foi proposto (no exemplo, a preservação ambiental).
  • B. modificar o formato da questão, mantendo o enunciado, porém deixando um espaço para respostas abertas, de modo a identificar no texto do participante os dados que permitam identificá-lo como favorável ou não ao que foi proposto (no exemplo, a preservação ambiental).
  • C. elaborar um instrumento a mais de pesquisa, no caso uma entrevista aberta e não estruturada, que permite maior flexibilidade para investigar caso a caso a característica que se deseja detectar.
  • D. elaborar questões que identifiquem, de forma indireta, um índice revelador ou sistema categorial de análise, o grau de concordância do participante com a questão proposta (no exemplo, ser favorável, ou não, à conservação).
  • E. reestabelecer os objetivos da pesquisa de modo a viabilizar a construção de instrumentos mais simples de serem aplicados, o que evita a elaboração de questões indiscretas.

Segundo Hebe Wey (O Processo de Relações Públicas, São Paulo: Summus, 1986, p. 61-62), o controle e a avaliação permitem medir a execução correta e objetiva no sentido de atingir as metas estabelecidas em planejamento. São elementos essenciais para qualquer sistema de controle e avaliação do processo de Relações Públicas:

I. ter um objetivo claro e predeterminado (plano, política, padrão, norma, decisão, critério, índice etc.).

II. meio(s) de previsão do fluxo do trabalho, se possível com quantificação, e comparação desse fluxo seguindo um critério.

III. design de comunicação visual que construa eficaz presença do nome da organização nas áreas preestabelecidas em projeto.

IV. formas de corrigir o fluxo, de modo a atingir o resultado estabelecido em fase de projeto.

V. estabelecimento de bom relacionamento com a imprensa, com base na confiança mútua, entre organização e jornalistas.

Está correto o que consta APENAS em

  • A. I, II e IV.
  • B. I, II e III.
  • C. III e IV.
  • D. II e V.
  • E. III, IV e V.

Considere as afirmações abaixo:

I. Quando um órgão público detém informações sem classificação sigilosa a respeito de agentes públicos que cometeram violações dos direitos humanos, seja por iniciativa própria ou a mando de autoridades públicas, tais informações não podem ser objeto de restrição de acesso POIS

II. o acesso às informações públicas deve ser assegurado mediante: serviços ao cidadão criados a esse fim e realização de audiências ou consultas públicas, de modo a incentivar a participação popular na tomada de conhecimento e divulgação dessas informações.

Quanto a essas assertivas

  • A. a primeira é uma afirmação falsa, mas a segunda é verdadeira.
  • B. as duas são afirmações verdadeiras e a segunda explica a primeira.
  • C. as duas são afirmações verdadeiras, mas não possuem relação causal entre si.
  • D. a primeira é uma afirmação verdadeira, mas a segunda é falsa.
  • E. ambas são afirmações falsas.

A concepção do trabalho da comunicação em uma instituição pública tendo como fundamentos o direito ao acesso à informação, a participação social, a liberdade de expressão, o pluralismo e o caráter educativo, voltada à orientação e à formação cultural do cidadão, se baseia em um paradigma administrativo de base

  • A. econômica.
  • B. gerencial.
  • C. mercadológica.
  • D. democrática.
  • E. midiatizada.

Uma instituição pública vinculada ao poder judiciário detectou a necessidade de saber como é percebida por jornalistas de sites e blogues especializados em temas jurídicos. Para tanto, seu departamento de comunicação realiza um trabalho de

  • A. fanpress.
  • B. workshop.
  • C. media audit.
  • D. ação social.
  • E. tipificação de públicos.

A partir de uma perspectiva da empresa, vários são os públicos de interesse, ou stakeholders, que podem ser mapeados em função do seu grau de influência sobre a empresa, que são dependência, participação e interferência. São stakeholders no grau de interferência:

  • A. concorrência e comunicação de massa.
  • B. governos e clientes.
  • C. redes sindicais e redes setoriais da comunidade.
  • D. funcionários e redes sindicais.
  • E. fornecedores e redes de consultoria.

Fabio França, um dos principais teóricos das Relações Públicas no Brasil, propôs uma conceituação em que os públicos de uma organização são divididos em essenciais, não essenciais e de redes de influência. Essa elaboração foi realizada a partir de princípios

  • A. situacionais.
  • B. sociológicos
  • C. jurídicos.
  • D. lógicos.
  • E. mercadológicos.

O elemento fundamental no relacionamento da organização com a sociedade é

  • A. o diálogo.
  • B. a propaganda.
  • C. a defesa dos objetivos da organização.
  • D. a compreensão do mercado.
  • E. a capacidade de influência sobre o poder público.
Provas e Concursos

O Provas e Concursos é um banco de dados de questões de concursos públicos organizadas por matéria, assunto, ano, banca organizadora, etc

Parceiros

Caso deseje ser um parceiro entre em contato.

{TITLE}

{CONTENT}

{TITLE}

{CONTENT}
Precisa de ajuda? Entre em contato!
0%
Aguarde, enviando solicitação!

Aguarde, enviando solicitação!