Questões de Comunicação Social da Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Lista completa de Questões de Comunicação Social da Fundação Getúlio Vargas (FGV) para resolução totalmente grátis. Selecione os assuntos no filtro de questões e comece a resolver exercícios.

Os press releases devem

  • A. destacar as datas e locais dos eventos divulgados e trazer os logotipos da organização e da assessoria.
  • B. ter um texto padrão, enviado para várias editorias de um mesmo veículo, potencializando suas chances de aproveitamento.
  • C. ser redigidos em forma de texto publicitário curto, com frases em ordem indireta e palavras simples.
  • D. conter pelo menos três páginas de informação e destacar os contatos da assessoria de imprensa.
  • E. ser usados prioritariamente para divulgar informações exclusivas a veículos segmentados.

Em relação às características e funções dos eventos nas organizações, assinale a afirmativa correta.

  • A. Os organizadores de devem reunir o máximo de empresas, atividades e negócios diferenciados, a fim de otimizar o uso das verbas, mesmo que isso implique na descaracterização do evento.
  • B. Os eventos, como um dos mais caros componentes do mix de comunicação das organizações, são as primeiras ações a serem cortadas em um momento de crise econômica, pois tendem a atingir um público excessivamente amplo.
  • C. O evento, por ser uma estratégia de comunicação segmentada, é inadequado à geração de mailing list para prospecção de novos clientes.
  • D. As improvisações de última hora podem comprometer a equipe organizadora, mas não atingirão a imagem dos promotores e nem dos patrocinadores do evento.
  • E. Os eventos permitem reunir patrocinadores e consumidores reais e potenciais em um ambiente interativo, com objetivo de criar ou fortalecer a imagem das organizações.

No ambiente digital, para tratar da imagem corporativa em situação de crise, o assessor de comunicação não deve

  • A. estabelecer contato direto com o internauta que reclama da instituição assessorada.
  • B. se apresentar para o internauta como representante oficial da instituição, pois essa função é privativa do presidente da companhia.
  • C. monitorar o que formadores de opinião postam na rede, pois, quando há problemas, o canal mais usado é o “fale conosco” do site institucional.
  • D. oferecer outros canais de comunicação para o internauta, pois as ações devem acontecer unicamente no ambiente em que as reclamações surgiram.
  • E. debater com o internauta na rede em tempo real, buscando desqualificar suas reclamações e enaltecer os pontos positivos da instituição.

Assinale a opção que apresenta atividades pertinentes ao transevento.

  • A. Efetuar novas inscrições, recepcionar participantes, palestrantes e convidados e distribuir o material do evento.
  • B. Compilar e ordenar os press releases enviados e calcular a centimetragem publicada.
  • C. Fazer a prestação de contas e desmontar as instalações usadas para o evento.
  • D. Definir a programação e as estratégias de divulgação do evento.
  • E. Detalhar o projeto e receber, confirmar e controlar as inscrições e adesões.

Nesse contexto do marketing esportivo, as opções a seguir apresentam afirmativas corretas, à exceção de uma. Assinale-a.

  • A. O marketing do esporte e o marketing usado no esporte podem ser considerados conceitualmente como sinônimos.
  • B. O marketing esportivo pode ser usado para aproximar a empresa e comunidade, demonstrando a responsabilidade da primeira em relação à segunda.
  • C. O marketing usado no esporte pode identificar a empresa com segmentos específicos de mercado e aumentar sua exposição na mídia.
  • D. O marketing esportivo pode incrementar as vendas de um produto por meio do merchandising
  • E. Ao usar o marketing no esporte, a empresa busca mudar ou reforçar a imagem corporativa, aumentando a fidelidade à marca.

O marketing 3.0 ocorre em um cenário em que

  • A. as empresas controlam as informações trocadas entre os consumidores, facilitando o envio de mensagens personalizadas.
  • B. a globalização unifica as culturas e equilibra o poder econômico das nações, padronizando as ações de marketing.
  • C. a sociedade é mais criativa e o marketing trata as pessoas como seres humanos plenos e não apenas como consumidores.
  • D. a crise econômica obriga a padronização da produção e o marketing é centrado na redução do preço do produto.
  • E. os valores como sustentabilidade e responsabilidade social perderam importância nas ações de marketing institucional.

Sobre as fases do marketing propostas por Kotler, leia o texto a seguir.

“Na primeira fase, o marketing era orientado pela transação, concentrava-se em como efetuar a ______ . Na segunda fase, o marketing tornou-se orientado pelo ______ – como fazer o consumidor voltar e comprar mais. Na terceira fase, convida os consumidores a participar do desenvolvimento de produtos da empresa e de suas comunicações. O marketing ______ é o primeiro elemento básico do Marketing 3.0. As empresas que praticam o Marketing 3.0 querem mudar o mundo. Não conseguirão fazê-lo sozinhas. O Marketing 3.0 representa a colaboração de entidades de negócios que compartilham conjuntos ______ de valores e desejos.” (KOTLER, 2010, p. 12)

Assinale a opção cujos itens completam corretamente as lacunas do texto acima.

  • A. compra – relacionamento – competitivo - complementares.
  • B. troca – preço – digital - opostos.
  • C. precificação – consumo – agressivo - idênticos.
  • D. venda – relacionamento – colaborativo - semelhantes.
  • E. distribuição – consumo – virtual - conflitantes.

Com o desenvolvimento da tecnologia, os celulares passaram a ser usados também como câmeras de vídeo que potencializam, ainda mais, a documentação de improviso de diversos aspectos da vida, efetivando o projeto do documentarista Dziga Vertov conhecido como

  • A. cine-documentação.
  • B. cinema indireto.
  • C. cine-real.
  • D. cine-olho.
  • E. cinema mobile.

A premissa dicotômica entre língua e fala foi abordada por diversos autores, dentre os quais se destaca Roland Barthes. Segundo ele, “Língua é uma instituição, um corpo abstrato de coerções; Fala é a parte momentânea dessa instituição, que o indivíduo extrai e atualiza para atender às necessidades da comunicação; a Língua é oriunda da massa de falas emitidas, no entanto toda Fala é extraída da Língua: em história, essa dialética é a dialética entre estrutura e acontecimento; em teoria da comunicação, dialética entre código e mensagem” (BARTHES, Roland. Sistema da Moda, pg. 41, 2009). O teórico e jornalista Nilson Lage, por sua vez, ao discorrer sobre a linguagem jornalística, explica que a Língua nacional abriga pelo menos dois registros de linguagem: o formal e o coloquial. Segundo ele, o registro formal é uma imposição de ordem política e que o manejo correto dessa linguagem serve como índice de ascensão social. Já o registro coloquial é espontâneo e permite maior expressividade. A partir daí, pode-se inferir que a linguagem jornalística:

  • A. fará prevalecer sempre a norma culta, uma vez que a hemerografia servirá no futuro como registro histórico oficial de uma época;
  • B. propugnará pela conciliação de palavras, expressões e regras possíveis tanto no registro coloquial como no registro formal, levando-se em conta a linha editorial dos veículos de comunicação;
  • C. incorporará determinados neologismos ou denominações de objetos novos que, por sua vez, irão compôr a gramática oficial;
  • D. resultará da predominância dos jargões, gírias e falares regionais a fim de garantir a sobrevivência financeira dos veículos de comunicação;
  • E. determinará escolhas de natureza ideológica e mercadológica tanto para reforçar o senso comum como para impedir que os falares regionais dificultem a aceitação de publicações que circulam em âmbito nacional.

Novas práticas de leitura de jornais têm surgido a partir da disponibilização de conteúdo para dispositivos portáteis como smartphones e tablets, por exemplo. Uma empresa jornalística resolveu lançar produto digital exclusivo para assinantes, com periodicidade diária, para tablets com sistema iOS. Com relação à arquitetura de informação da plataforma escolhida, os designers negligenciaram dado conceito fundamental. Como resultado, os assinantes relataram dificuldades para executar atividades simples como virar páginas, descobrir o local exato de toque para ativar funções como executar um vídeo ou visualizar uma imagem, e, até mesmo, em que ícone clicar para encerrar o aplicativo do jornal. Assim, o conceito negligenciado pelos designers do produto se refere à:

  • A. usabilidade;
  • B. acessibilidade;
  • C. navegação;
  • D. recepção;
  • E. tecnologia.
Provas e Concursos

O Provas e Concursos é um banco de dados de questões de concursos públicos organizadas por matéria, assunto, ano, banca organizadora, etc

Parceiros

Caso deseje ser um parceiro entre em contato.

questoes de concurso

cupom de desconto

body feminino

pci concursos

bendito guia

{TITLE}

{CONTENT}

{TITLE}

{CONTENT}
Provas e Concursos
0%
Aguarde, enviando solicitação!

Aguarde, enviando solicitação...